ESCOLHAS



Deuteronômio 30:19

Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que TE PROPUS a vida e a morte, a bênção e a maldição; ESCOLHE, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência...


Alguns cristãos acreditam que o homem não tem poder de decisão, não tem poder de escolha, não tem livre-arbítrio. É claro que esse tipo de crença não é bíblico, porque o Soberano Deus foi quem criou e deu ao homem a capacidade de escolha, o livre-arbítrio. Inclusive, é pelo livre-arbítrio que Deus sabe quem verdadeiramente o ama! Pois, como o homem poderia dizer que ama a Deus verdadeiramente se o amor fosse algo manipulado pelo Soberano? Ou seja, se eu não posso escolher amar a Deus, então, de fato, não é amor.


Vemos no Evangelho de Lucas, 15:11, a história do filho pródigo. A Bíblia diz que o filho chegou e disse que estava indo embora viver a sua vida, e pediu sua parte da herança ao pai. Muitas coisas chamam minha atenção nesse texto. Uma delas é que o pai não falou nada! Não vemos o pai dizendo: “Não, filho! Não vá embora, por favor! Eu amo você”! Pelo contrário, o texto mostra-nos um silêncio, deixando-nos entender que Deus respeita seu livre-arbítrio, o qual Ele mesmo deu ao homem. E isso não significa que Deus concorda com suas escolhas erradas, só porque Ele ficou calado! O filho pródigo foi embora, decidiu viver a vida a seu jeito, sem a presença do pai; provavelmente, pensando “você não sabe de nada, pai”!


Já vi algumas pessoas viverem exatamente isso nas igrejas em que pastoreei. Vi pessoas tomando decisões carnais; decisões baseadas em emoções; decisões de vingança; decisões de orgulho etc. Nenhuma dessas decisões prosperaram, pelo contrário, vemos todos esses “sem sair do canto”, vivendo uma “queda livre” a cada dia! Não há alegria real, não há propósito de vida, não há prosperidade nem crescimento espiritual. Isso também aconteceu com o filho pródigo de Lucas 15. Ele chegou ao fundo do poço; viu a besteira que fez, o tempo que foi perdido, a ponto de desejar comer a comida dos porcos! Ele saiu da sua casa, da posição de filho e agora estava pensando em voltar como escravo. Observe como uma decisão errada pode levar um filho de Deus a viver desgraças! Mas a Bíblia diz que ele se arrependeu e voltou para a casa do seu Pai, disposto a recomeçar. Essa era a decisão certa.

Agora veja esse outro texto:


Judas 1:10-11

10-Estes, porém, quanto a tudo o que não entendem, difamam; e, quanto a tudo o que compreendem por instinto natural, como brutos sem razão, até nessas coisas se corrompem.

11-Ai deles! Porque PROSSEGUIRAM pelo CAMINHO de Caim, e, movidos de ganância, se precipitaram NO ERRO de Balaão, e pereceram NA REVOLTA de Corá.


Vemos muitos exemplos na Bíblia de pessoas que perderam sua vida e saúde, e outros que perderam tudo devido às decisões erradas! Por isso, tenha muito cuidado para você não tomar decisões baseadas em orgulho, em soberba, em sentimentos errados, em vingança etc. Se você é um filho de Deus, nascido de novo, deve consultar o Espírito Santo e buscar na palavra de Deus qual a vontade do Senhor antes de tomar qualquer tipo de decisão. E cuidado também; nem todo caminho bonito é o caminho de Deus! Pense nisso!


Lucas 10:42

Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • YouTube - Círculo Branco