O QUE É A IGREJA INCLUSIVA?

Atualizado: Set 10



Romanos 3:9-11

9- Que se conclui? Temos nós qualquer vantagem? Não, de forma nenhuma; pois já temos demonstrado que todos, tanto judeus como gregos, estão debaixo do pecado;

10- como está escrito: Não há justo, nem um sequer,

11- não há quem entenda, não há quem busque a Deus;


Precisamos entender que a Bíblia apresenta três tipos de povos: os judeus, os gentios e a igreja.

Os judeus são o povo da primeira aliança. Jesus veio primeiramente para eles, mas estes O rejeitaram por não acreditarem que Jesus era o Messias. Os gentios são os povos pagãos, sem aliança com Deus, todos aqueles que não eram judeus. E a igreja é o “povo de propriedade exclusiva de Deus, raça eleita, nação santa…”. Igreja é todo aquele que recebeu a Jesus como Senhor e Salvador e vive agora na nova aliança estabelecida no sangue redentor de Jesus.

Passo a esclarecer: sem receber Jesus, tanto o povo judeu como os povos gentios estavam sem salvação, debaixo de maldição, longe de Deus. Esses povos tinham costumes diferentes, pensamentos diferentes, crenças diferentes etc. Contudo, quando eles se convertiam, tanto judeus como gregos, precisavam abandonar suas antigas práticas, crenças, filosofias, costumes etc. Por quê?Porque o povo chamado Igreja, que é uma nova raça, eleita por Deus, nasceu de novo para viver a nova vida de Cristo, andar nos princípios do Reino de Deus e não mais nas práticas, crenças e filosofias da velha vida. Qualquer pessoa do planeta Terra pode ser cristão, pode ser Igreja, frequentá-la e servir na igreja de Cristo. Portanto, assim como judeus e gregos, os quais tiveram que deixar práticas que não se enquadravam nos princípios da Nova Aliança, também nós, brasileiros ou qualquer outra nação, teremos que fazer o mesmo.


Muitas pessoas pensam que uma igreja INCLUSIVA é aquela que recebe todo tipo de indivíduos, aceitando quaisquer comportamentos. Alguns pensam que todos são livres para adorar a Deus do jeito que são, mas isso não é verdade. E por que não é verdade? Porque os homens, judeus e gentios, já eram assim antes de Cristo vir. Todos adoravam a Deus e aos deuses do jeito que bem queriam. Porém a igreja inclusiva de Cristo recebe todas as pessoas como estão, mas não concorda que permaneçam como estão, porque a proposta do Novo Nascimento e da palavra de Deus é a transformação do homem para uma nova vida baseada nos princípios divinos! Na prática, é assim: um homem prostituto chega à igreja. Esse homem vive saindo com mulheres todo final de semana. Ele bebia, embriagava-se e relacionava-se com mulheres. Agora, esse homem percebe o vazio que carrega, procura uma igreja para mudar de vida e a igreja INCLUSIVA de Cristo acolhe-o. Esse homem recebe a Jesus como Senhor e Salvador, faz uma aliança com Cristo e torna-se agora IGREJA. Por isso, a partir de então, ele precisa andar nos princípios da Palavra e não mais viver como vivia antes. Esse homem para de beber, de prostituir-se, decide casar-se para constituir uma família de acordo com a palavra de Deus. Da mesma forma, os adúlteros, os drogados, as prostitutas, os mentirosos, os beberrões, os homossexuais e outros, todos são bem-vindos na igreja Inclusiva de Cristo, mas isso não significa que podem continuar com suas práticas, ideologias, pensamentos mundanos e costumes que ferem os princípios do Reino de Cristo. Muitas pessoas confundem a palavra AMOR com libertinagem. Pensam que, pelo fato de a igreja não aceitar práticas erradas, o ser humano é excluído. Mas não é verdade! O problema é que algumas pessoas querem Jesus, mas não querem a Sua Palavra! E isso é amor? Quem ama Jesus ama os princípios da Sua palavra. Não há como desconectar isso. Jesus disse que todos podem vir como estão. Ele não disse que todos podem continuar como estão. A igreja já nasceu inclusiva. Vamos entender isso.


Veja o que Jesus diz:


João 15:17-19

17- Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros.

18- Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim.

19- Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia.


Veja… Jesus fala sobre amar, mas Ele diz que, por causa desse tipo de amor, “O MUNDO ODIARÁ VOCÊS”. Como assim? Por que o mundo odiaria a nós, se amamos Jesus e Sua palavra? Porque O AMOR DE DEUS não aceita pecado! O amor de Deus ama o homem pecador, mas esse homem, para seguir Jesus, precisa tomar uma decisão de abandonar a velha vida com suas práticas.


Infelizmente, às vezes, vejo até cristãos com “saudades” da velha vida e querem incluir práticas anti-bíblicas com uma narrativa bonita, usando a palavra “amor”, na tentativa de transmitir uma ideia de que a “igreja inclusiva” recebe todos como estão e devem continuar aceitando todos como são. Isso não é verdade, é engano! Jesus disse que, para seguirmos a Ele, devemos primeiramente tomar a nossa cruz. O que isso significa? Crucificar a carne com suas obras. Ou seja, não podemos ser discípulos de Cristo com as práticas do mundo.


Apocalipse 22:14-15

14- Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras [no sangue do Cordeiro], para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas.

15- Fora ficam os cães, os feiticeiros, os impuros, os assassinos, os idólatras e todo aquele que ama e pratica a mentira.


1 Coríntios 6:9-11 (NVT)

9- Vocês não sabem que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não se enganem: aqueles que se envolvem em imoralidade sexual, adoram ídolos, cometem adultério, se entregam a práticas homossexuais,

10- são ladrões, avarentos, bêbados, insultam as pessoas ou exploram os outros não herdarão o reino de Deus.

11- Alguns de vocês eram assim, mas foram purificados e santificados, declarados justos diante de Deus no nome do Senhor Jesus Cristo e pelo Espírito de nosso Deus.

58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo